Você está em Home

Blog

» mais posts

09/05/2020 - POR REDAÇÃO

Com Gelo ou Puro: qual a melhor forma de tomar whisky?

 

 

Esta é uma pergunta que geralmente causa certo desconforto aos mais puristas e, ao mesmo tempo, remete à segurança dos mais modernos. Afinal, o paladar é algo bastante subjetivo e pessoal. Porém, uma bebida tão tradicional e com tanta história para contar certamente possui seus mistérios.

Será que existe uma resposta definitiva ou rápida sobre qual seria a melhor forma de degustar seu whisky? É melhor saboreá-lo com ou sem gelo? A resposta é, e pedimos perdão antecipadamente aos puristas: depende.

Tudo depende do tipo de bebida que você está tomando e, é claro, de sua preferência gustativa. A seguir, abordaremos alguns exemplos de como você pode usufruir de seu whisky da melhor forma possível, além de dar algumas dicas valiosas sobre como tornar a experiência ainda mais agradável.

GELO? PREFIRA FILTRADO

Muitos usuários preferem beber whisky com uma ou duas pedras de gelo, sobretudo os de envelhecimento padrão (12 anos), muito comuns em supermercados e conveniências. Alguns desses whiskies parece que “nasceram” para ser tomados bem gelados.

No entanto, se você gosta de seu whisky gelado, é sempre bom utilizar água mineral para fazer o gelo. Não apenas porque deixa a bebida mais saborosa, como também é mais seguro.

Problemas de contaminação nos serviços públicos de distribuição de água podem acontecer, bem como ocorreu recentemente no Rio de Janeiro. Em razão da quantidade imensurável de impurezas presente na água, o sabor e cheiro lembravam terra molhada (presente por causa do excesso de geosmina na água). Além disso, pessoas começaram a passar mal por conta da contaminação excessiva.

GELO DE ÁGUA DE COCO

Esta é uma forma bastante apreciada de degustar a bebida, ainda que, convenhamos, altere bastante o sabor original do whisky, criando uma espécie de “blend” único, por assim dizer. No entanto, se seu objetivo não é necessariamente saborear o malte em seu auge, gelo de água de coco em um Chivas 12, por exemplo, é uma excelente opção. Também fica bastante interessante em outras marcas, como Old Parr e a edição Double Black de Johnnie Walker.

WHISKIES MAIS ELABORADOS? FUJA DO GELO

Enquanto bebidas mais acessíveis costumam combinar muito bem com gelo (ainda que existem exceções, claro), é recomendável degustar whiskies mais elaborados, sobretudo os single malt, sem gelo. Por exemplo, o escocês Chivas 18 ou o irlandês Macallan 18 parecem não combinar nem um pouco com gelo de qualquer espécie, uma vez que a pegada e o sabor são completamente diferentes das versões mais acessíveis.

AFINAL: COM OU SEM GELO?

Não existe, é claro, uma resposta óbvia e definitiva no que se refere à degustação de suas bebidas favoritas. Por conta da complexidade de cada whisky e, é claro, de seu próprio paladar, as dicas contidas aqui podem variar. É importante experimentar de todas as formas possíveis, uma vez que o objetivo é desvencilhar-se dos revezes da vida, ainda que por um tempinho, enquanto aprecia sua bebida com moderação.

Gostou de nossas dicas? Que tal conhecer nosso empório gourmet, fazer seu pedido e experimentar seu whisky de acordo com nossas dicas? Estamos te esperando!

Acesse Nossa

Loja Virtual

Acesse agora