Você está em Home

Blog

» mais posts

29/08/2020 - POR REDAÇÃO

Conheça os principais tipos de whisky e suas combinações

 

 

O whisky é uma bebida alcoólica destilada de grãos envelhecida em barris de madeira. Quem lê esta definição tão simplória não imagina as inúmeras variações de sabores, aromas, tipos de destilação, tempo de maturação e grãos utilizados que fazem do whisky uma das bebidas mais apreciadas no mundo todo.

Isso talvez explique a enorme quantidade de rótulos disponíveis. Se você gosta de uma bebida forte e sofisticada, saiba diferenciar os principais tipos de whisky para fazer combinações incríveis para agradar ao paladar.

Ninguém sabe ao certo a origem da bebida. Alguns afirmam que ele surgiu na Escócia, enquanto outros dizem que os irlandeses são os criadores. Curiosidades à parte, existem quatro tipos diferentes de whisky, determinados de acordo com o lugar de onde são produzidos.


WHISKY ESCOCÊS

Também conhecido como Scotch, são produzidos apenas na Escócia. O termo Scotch é protegido por legislação e só pode ser usado para bebidas produzidas no país, assim como a cachaça no Brasil.

Os whiskies escoceses utilizam grãos maltados ou cevada e são envelhecidos em barris de carvalho por três anos, pelo menos. Eles se dividem em três variações:

- Single Malt: feito 100% com cereais maltados, como a cevada e leveduras, em uma única destilação, é o tipo mais raro e caro;

- Grão: feito à base de grãos de trigo ou milho;

- Blended Scotch Whisky: mistura entre os Single Malt e Grão.


WHISKY IRLANDÊS

A grafia “whiskey” reforça a procedência da bebida local. Na Irlanda, ele é produzido a partir de qualquer grão maltado e envelhecido em barris de madeira.


WHISKY AMERICANO

Os americanos também são famosos na produção do destilado e criaram seus estilos próprios. São eles:

- Bourbon: feito com grãos maltados e pelo menos 51% de milho. Um legítimo Bourbon só é feito nos Estados Unidos por ser também um termo protegido por lei;

- Tennessee: utiliza a mesma fórmula do Bourbon, mas passa por um processo de filtragem em carvão após ser destilado;

- Rye: Tem ao menos 51% de centeio e outros grãos maltados quando produzido nos Estados Unidos. A versão canadense não tem regras específicas.


WHISKY JAPONÊS

Esse tipo segue os mesmos padrões do Scotch, mas a excelência da produção japonesa já chamou a atenção de especialistas e chegou a ser eleito o melhor whisky do mundo em 2015.


COMBINAÇÕES

Não existem regras para saborear um bom whisky. Ele fica bom puro, o famoso cowboy, com gelo, on the rocks, ou com um pouco de água para realçar o sabor. Por ser bastante versátil, ele também vai muito bem no preparo de vários drinks e pode ser combinado com:

- Mel;
- Água tônica (conhecido como scotch & soda);
- Coca cola;
- Gelo de água de coco;
- Guaraná ou energético.

Todos esses drinks podem ser servidos com ou sem gelo, depende do gosto de cada um.

Agora que você conheceu um pouco mais dessa bebida, que tal visitar nossos empórios e escolher um rótulo! Vá ao Museu da Gula mais próximo da sua casa (Empórios em Campinas e Ribeirão Preto) e conheça nossa ampla carta de whiskyes!