Você está em Home

Blog

» mais posts

21/10/2020 - POR REDAÇÃO

Conheças as principais características das cervejas artesanais

 

 

A cerveja é queridinha dos brasileiros. Rainha absoluta do happy hour, ela domina os copos. Nos últimos anos, as versões artesanais de cervejas vêm ganhando o paladar dos consumidores. Nesse texto vamos mostrar as principais características das cervejas artesanais.

A receita da cerveja é bem simples, contém apenas quatro ingredientes diferentes. São eles: água, levedura, malte e lúpulo. Todos os tipos de cerveja vão contar com esses produtos. Dessa forma, o que vai diferenciá-las é o tipo de fermentação.

Além disso, podem ser acrescentados outros ingredientes. Atualmente, é comum encontrar cervejas artesanais com toques frutados, sabores diferenciados (chocolates e café, por exemplo) e, até mesmo, que remetam a outras bebidas, como a cerveja de vinho.

As cervejas artesanais são divididas em três grandes famílias: Larger, Ale e Lambic. Cada uma dela utiliza um tipo de levedura diferente, sendo que, as leveduras vão interferir no processo de fermentação. Assim, os produtos terão alterações de cor, sabor e teor alcoólico.


LARGER

Uma das características das cervejas artesanais do tipo Larger é a fermentação em temperaturas mais baixas – geralmente, entre 6ºC e 12ºC. Além disso, esse processo é mais lento e a levedura costuma se acomodar no fundo dos recipientes de fermentação.

Por conta das suas características, é conhecida como cerveja de baixa fermentação. As cervejas dessa família podem, ainda, ser divididas em três grupos:

- Pale Larger: possui um sabor acentuado de lúpulo. Por isso, tem um paladar levemente amargo. São cervejas claras, secas e pouco encorpadas.

- Dark Larger: tipo de cerveja mais escura e refrescante. Possui um sabor mais doce, sendo assim, é comum encontrar toques de chocolate, caramelo e café.

- Bock: o lúpulo não possui um sabor marcante e sua coloração varia. Ela pode ter tonalidades que vão do âmbar ao vermelho escuro, passando pelo dourado tradicional. Também possui sabor adocicado com um toque tostado.


ALE

As características das cervejas artesanais do tipo Ale são: alta fermentações (entre 15ºC e 24ºC), são mais densas e encorpadas, possuem sabor que varia entre o doce e o amargo. Podem ser divididas nos seguintes grupos:

- Pale Ale: são as cervejas mais claras. Não possuem um sabor característico, variando em amargor.

- Trigo: cervejas fabricadas através da fermentação do trigo, possui uma grande “refrescância” e baixo teor de amargor. Além disso, têm sabores inusitados, como tutti-frutti, especiarias e chocolate.

- Porter: cervejas mais escuras e com sabor doce e suave. Seu paladar remete ao chocolate, caramelo e ao café. Também possui baixo teor alcoólico.

- Stout: são parecidas com as Porter, escuras e com paladar adocicado. A principal diferença entre elas é o teor alcoólico, que na stout é bem maior.


LAMBIC

Essa família é originaria da Bélgica. Uma das principais características das cervejas artesanais desse tipo é a fermentação espontânea, feita por levedura selvagem. Sendo assim, é muito amarga e ácida. Seus tipos são:

- Gueuze: produzida a partir da mistura de uma Lambic nova com uma velha. Assim, o conjunto passa por uma segunda fermentação.

- Faro: menos ácida e com sabor adocicado, mas bem equilibrada. Possui cor de âmbar e é uma bebida mais leve.

- Fruit Lambic: cerveja de maturação longa (3 anos), conta com a adição de frutas a sua mistura. Podem ser: cereja, framboesas, pêssego, maçã e ameixas. Devido ao tempo de maturação, seu sabor é sempre uma surpresa.

- Straight Lambics: cerveja pura, consumida após o período de maturação e tirada direto do barriu. Possui sabor seco, ácido e bem forte. Geralmente, não é engarrafada.


Visite nossos empórios e encontre a cerveja artesanal que combina com você!