Você está em Home

Blog

» mais posts

01/03/2021 - POR REDAÇÃO

Saiba como escolher a cachaça perfeita para a caipirinha

 

 

A caipirinha é uma bebida que se tornou símbolo do Brasil. Presente em churrascos com os amigos, bares, casamentos ou simplesmente para saborear em casa, ela é uma bebida versátil e democrática, pois leva apenas três ingredientes: cachaça, limão e açúcar.

Existem outras variações com outras frutas além do limão e então a bebida pode ser adaptada para diversos gostos. Porém, seja de abacaxi, cajá, morango ou a mais tradicional de limão, existem cachaças que podem realçar o sabor e chegar a uma combinação incrível para o paladar. Vamos conhecer algumas apostas para fazer a caipirinha perfeita.


CACHAÇA ARTESANAL

As cachaças artesanais são simplesmente uma atração por si só. Produzidas em menor escala e com uma cana de açúcar cultivada com todo o cuidado e livres de agrotóxicos, elas passam por um processo de destilação em alambiques de cobre. Isso faz como que elas sejam únicas, diferenciadas e, claro, com um valor mais elevado. As cachaças artesanais são ideais para paladares exigentes.

Geralmente armazenadas por processos diferenciados, como em barris de carvalho, elas têm um sabor suave que torna essa bebida tão popular em um drink único e sofisticado.


CACHAÇAS BRANCAS OU PRATAS

Se você quer um drink especialmente refrescante e que combine com as altas temperaturas do verão brasileiro, as cachaças brancas ou pratas são as melhores apostas para fazer a sua caipirinha. Leves, por não passarem pelo processo de envelhecimento, ela não adquire coloração e possuem aromas e sabores mais vigorosos do que as demais cachaças.

Elas são as mais comuns e, arriscamos dizer, as originais no preparo das caipirinhas, pois, por também serem mais transparentes, acentuam o gosto e o visual do limão.


CACHAÇAS AMARELAS OU OURO ENVELHECIDAS

As cachaças amarelas ou ouro que passam pelo processo de envelhecimento são um show a parte. Para serem consideradas envelhecidas, elas devem passar um ano ou mais em recipientes de madeira, como barris e toneis, com capacidade máxima de 700 litros.

Por meio desse processo, elas eliminam o excesso de etanol, que evapora pelos poros da madeira, misturando assim os sabores e aromas com os característicos do seu recipiente. É por meio desse processo que elas adquirem o tom amarelado, que se assemelha ao ouro, tornando essa bebida tão especial.

Podemos citar como exemplo as cachaças envelhecidas em recipientes de carvalho amaricado. Elas recebem um gosto levemente adocicado, com notas de baunilha e amêndoas, que combinam especialmente com frutas como o morango.

Apesar de ser uma bebida com preparo simples, o preparo de uma caipirinha perfeita é quase uma arte. Além das cachaças, é preciso levar em consideração a qualidade das frutas escolhidas e até do açúcar. Se você irá preparar os drinks para uma festa com diferentes convidados, sugerimos apostar em diversos tipos de cachaças para agradar aos diversos paladares. Com certeza, oferecer caipirinha aos seus convidados é sinônimo de sucesso garantido.