Você está em Home

Blog

» mais posts

18/08/2019 - POR REDAÇÃO

Tequila: 4 dicas para você saborear melhor essa bebida

Quando se fala em saquê, lembra-se logo do Japão. A Champanhe remete à França. Com a Tequila não é diferente. Não há quem fale sobre a bebida e não remeta às paisagens áridas mexicanas.

Feita com o miolo do Agave-Azul, a bebida se popularizou mundo afora sendo consumida em doses com o típico limão e sal. Mas recentemente, com o ganho de espaço nas prateleiras de marcas superiores, o consumidor vem passando a apreciá-la sem os acompanhamentos.

Pensando nisso fizemos uma lista com 4 dicas para que você possa saborear esta bebida em sua plenitude:


1. TOME SEGUINDO A MANEIRA TRADICIONAL MEXICANA

O orgulho patriótico mexicano está presente até mesmo na hora de beber a Tequila. No país, a bebida pode ser acompanhada de uma dose de suco de limão e uma de “sangrita”, bebida é feita com tomate, laranja, pimenta tabasco e jalapeño, entre outros ingredientes.

Quando ordenados, o limão, a tequila e a sangrita remetem às cores da bandeira mexicana, por isso, o conjunto é chamado de “bandera”.

A dica é tomar em goles e não em doses: primeiro a Tequila, depois o limão e por fim a sangrita.


2. TEQUILA NÃO É VINHO

A Tequila pode ser classificada em quatro tipos, dependendo do tempo de amadurecimento. A “Blanco” é de coloração transparente, recém-destilada. “Reposado” após dois meses de maturação, “Añejo” e “Extra-Añejo”, com 1 e 3 anos de envelhecimento, respectivamente.

Entretanto, a tequila é diferente do vinho: sua qualidade é medida pela quantidade de álcool de Agave-Azul existente em sua mistura. Aquelas que chegam a 100% são consideradas puras e claro, são as mais prestigiadas e caras.


3. APRECIE AS NOTAS DE SABORES

Tomar tequila com limão e sal é um clássico. A prática surgiu há mais de 200 anos, mas na maioria das vezes, era realizada para esconder os problemas da baixa qualidade da destilação, que traziam sabor forte para o produto final.

Com as evoluções tecnológicas, a bebida chega cada vez melhor ao consumidor. Assim como a vodca e o uísque, a Tequila pode ser servida em copos maiores, para sentir melhor o aroma da bebida.

Os goles também são recomendados, já que ao tomar tudo de uma vez, perde-se a oportunidade de sentir os sabores adquiridos no repouso.


4. PODE HARMONIZAR SIM!

A tequila está deixando de ficar restrita às baladas e ganhando espaço em círculos de apreciação.
O mais interessante é que, ao contrário do que se pensa, a bebida pode ser harmonizada com alguns pratos.

Tequilas claras combinam com pratos leves. Saladas de folhas e carne branca combinam bastante com a Silver. A Añejo adquire notas de condimentação, sendo ideal com pratos da culinária asiática. Já a Reposado é mais encorpada, e vai bem com pratos mais intensos em sabor, como carnes vermelhas ou mais gordurosas.

Nos drinques, a receita é a mesma. As mais claras são boas para drinques mais frescos, enquanto as envelhecidas entram em coquetéis mais elaborados.


Ficou com vontade de apreciar uma dose de tequila?