Você está em Home

Blog

» mais posts

16/11/2020 - POR REDAÇÃO

Você sabe quando os diferentes tipos de taça dever ser utilizados?

 

 

Para aqueles que apreciam tomar um bom drink, saber escolher o copo adequado é essencial em uma degustação; afinal, o aroma, o sabor e a aparência dependem dessa escolha.

Os diferentes tipos de taças são usados conforme as particularidades de cada bebida. O formato do recipiente influencia diretamente na preservação das características sensoriais das cervejas, vinhos e destilados.

Para saber quando utilizar cada uma delas, conheça abaixo os diferentes tipos e suas funcionalidades!


• TAÇAS PARA VINHO

Essas taças devem levar em conta o máximo de aromas do vinho, o lugar da língua para qual será projetado o gole e a conservação da temperatura ideal em que ele deve ser bebido.

Como opção mais simples e genérica, há no mercado uma taça comercializada para atender pelo menos alguns dos requisitos necessários a uma boa degustação. A taça ISO (Internacional Standarts Organization) é adequada para degustação técnica e também para quem opta por uma peça coringa no armário de bebidas.

Para os vinhos tintos, há dois tipos de taças. A denominada Bordeaux possui o bojo (parte larga onde se serve o vinho) grande e a borda estreita, conservando o aroma. A aba da taça também é fina, projetando o líquido para a ponta da língua, ideal para saborear o sabor frutado e encorpado dos vinhos que possuem essa característica.

Já a Borgonha é ideal para vinhos mais maduros e complexos. Sua aba é um pouco mais grossa, levando a bebida para a parte mais posterior da língua. Seu bojo é maior, aumentando a área de contato da bebida com o oxigênio, e sua borda é também estreita.

Para vinhos espumantes, a taça Flutê é recomendada: seu formato lembra o da flauta, por isso o nome em francês. Possui o bojo fino, conservando a efervescência. Seu formato alongado e estreito projeta o gole para o fundo da boca, limpando o paladar.

Há também a taça de vinho branco, em que o objetivo é manter a temperatura do vinho baixa. Ela possui um bojo menor e uma alça mais comprida, evitando, dessa forma, o contato com o calor das mãos.


• TAÇA PARA CERVEJA

A taça mais comum para cervejas é a Tulipa. Ela tornou-se bem popular no Brasil, é um copo de bojo longo e sua borda é um pouco mais alargada. A base estreita contribui para uma boa formação de espuma. Ideal para o consumo de cervejas pilsen.


• TAÇA PARA DESTILADOS

Conhecida como taça para conhaque, há a Balloon Snifter. Ela possui uma altura baixa e haste curta, o contato com o calor das mãos é conveniente para essa bebida. Possui também o bojo largo e a boca mais afunilada.

Um modelo conhecido por servir margarita é a taça Coupette. Nela, o bojo é dividido em dois, um menor e outro mais largo. Outro drink popular que possui uma taça própria para seu consumo é o Martini. O copo possui o formato de um Y, com bojo pequeno, borda larga e haste comprida e fina, conferindo elegância.

Esses são apenas alguns exemplos. A diversidade de taças no mercado é bem grande, e cada uma delas favorece o drink escolhido de forma única.

Que tal experimentar sua bebida favorita no copo adequado? Visite nossos Empórios nas cidades de Ribeirão Preto e Campinas, e aproveite nossa variedade de produtos e descontos!